sábado, 19 de fevereiro de 2011

nós três

aqui nesse quarto a meia luz
a vibração nítida das flores
já reluz a sua retina
cheia de luz, e emoção.
tivemos bons tempos querida
somos dois jovens iguais
que sob a lua cantam
canções sobre beleza
rimas de paz
calmas marés, é
continua menina eu já não sei quem sou
por ti sou núvem, magnifica núvem
lá em cima, bem alto. Nunca vou entender.

2 comentários:

  1. a incompreensão de quem sou é a força que uso para me encontrar.

    ResponderExcluir