segunda-feira, 26 de julho de 2010

Lola

Louca Lola, saqueadora de corações.
Inocente menina dos desejos reprimidos
e dos amores partidos. Indefinidos.
E aqueles que a adoram?
Louca Lola não os vê, cobiça o que não pode ter.
Justo o que os braços magros não alcançam.
Já quis Lola e conheço os que a querem.
E queria acabar logo com isto, por que para mim
de louca Lola não tem nada.
Seu manicômio é sua incerteza.
Quem seria Lola?

Um comentário:

  1. Lola não é e nunca será nada. Só uma constante mudança.

    ResponderExcluir